Ocupaciones diariasNas Irmãzinhas dos Pobres, a Divina Providência  manifesta-se em cada uma das suas casas, desde o inicio, graças à generosidade dos muitos benfeitores que ajudam fielmente ao longo dos anos  em ordem ao bem-estar das pessoas idosas  pobres. Soror María Montserrat conta-nos,  a este respeito, a  experiência vivida em Málaga, no passado mês de junho.

Tudo foi obra de Deus e da bondade da gente, pois nós não fizemos  nada.

«Este é o sentimento que surge em nós, nestes dias, perante a enorme generosidade que foi cruzando o umbral da nossa casa de Málaga, como um  milagre, realizado entre todos, ao longo da semana de 8 a 14 de junho.

A chamada que fizemos a uma das nossas benfeitoras expondo-lhe a necessidade que tínhamos de leite e alguns produtos de higiene, converteu-se num SOS transmitido por uma sua amiga, en whatsApp, a todos os seus  contactos.

A  mensagem  propagou-se como um relâmpago e os produtos começaram a multiplicar-se, como una explosão, na nossa despensa.

Só a mão de Deus, através da bondade dos corações, pôde realizá-lo. A rápida e excepcional resposta dos malaguenhos ao nosso pedido, deflagrou como uma bomba em  todos os meios de comunicação de Andaluzía, e não só,  que imediatamente e com  grande  interesse,  fizeram  eco disso. E Deus, que não se deixa vencer em generosidade, continuava …

Soeur Mª Montserrat saúda a Carmen, uma residente com103 anos!.É uma das mais idosas da casa.

Soeur Mª Montserrat saúda a Carmen, uma residente com103 anos!.É uma das mais idosas da casa.

Foi também notícia, transmitida pelo canal 1 da TVE, o convite para participarmos, no dia seguinte, no famoso programa “Entre Todos” de Toñi Moreno, com a finalidade de conseguirmos o dinheiro necessário para a compra de uma viatura que tínhamos solicitado para as Irmãzinhas  que fazem o peditório em cada dia. Parecia-nos impossível que estivesse tão perto essa realidade… e esse interesse de todos em nos ajudarem. A mão de Deus estava ali, visível,  sem dúvida.

O programa foi todo ele um êxito por parte da sua apresentadora Toñi Moreno e da sua equipa que, durante todo o dia estiveram connosco, preparando-o com  muito interesse e, e junto dos residentes e do ambiente da casa. A generosidade dos espectadores  chamando e oferecendo donativos durante a apresentação, permitiu reunir a quantidade necessária para a compra desse veículo. A nossa alegria e agradecimento é muito grande para com todos quantos participaram.

Algumas  semanas depois continuamos a ser admiradas. Continuam a chegar ofertas em géneros, candidaturas de novos colaboradores e vão aparecendo novos benfeitores. Somos testemunhas de lindos actos de solidariedade por parte de pessoas maiores e de menos idade. Escutámos belos comentários por ocasião da  oferta de donativos. Deus quer que nada falte aos seus pobres. Não podemos fazer outra coisa que não seja dar contínuas graças  a Deus e a quantos  nos estão ajudando, com tanta generosidade e bondade.  Que Ele a todos abençoe!

Com a nossa  Madre santa Joana Jugan exclamamos: “¡Bendito seja Deus!”

Asilo de MalagaPara atender aos seus pobres, Santa Joana Jugan não duvidou em mendigar, alicerçando o futuro  da obra por ela iniciada, sobre este desafio evangélico. Seguindo o seu exemplo, as Irmãzinhas dos Pobres saem todos os dias à rua para “fazerem o peditório», como elas dizem. Soror Natividade conta-nos os desafios que tem vivido ao fazer este trabalho: «Hoje, nestes tempos que correm, é muito difícil pedir de porta em porta ; já não é como dantes: as pessoas desconfiam  e não abrem as portas.

Às vezes encontras-te com algum Whatsapp enviado pedindo ajuda para a casa de Málaga, muitas surpresas e coisas muito bonitas, há de tudo … Há quem te recebe bem e quem recusa fazê-lo. Ainda não há muito tempo, uma jovem abriu-nos a porta e ao ver-nos exclamou: “ É Jesus que chama à minha porta, não lhe posso negar nada”. Em todo o momento, como fazia Joana Jugan temos de dizer: “Graças, meu Deus!”

Whatsapp pidiendo ayuda para el asilo de Malaga

Whatsapp enviado aos amigos

O que  é que aconteceu exactamente?

Cati recebeu o pedido de ajuda por parte das Irmãzinhas;  Amanda, sua  amiga, enviou um whatsapp a todos os seus contactos indicando as necessidades que elas tinham.

Que grande es la Providencia

Bem visível foi o resultado da generosidade de tantos corações…

Contam-nos: «Para nós foi toda uma surpresa, não esperávamos uma resposta tão massiva. Sentimos uma vez mais que Deus faz as coisas quando quer e como quer, e estamos felizes por termos sido instrumentos para a sua obra. Nestes dias pudemos contemplar como que um abraço fraterno entre  Málaga e as Irmãzinhas dos Pobres, que desde 1868 andam pelas nossas vilas, aldeias e cidades  pedindo para os mais pobres, e entregando-lhes o melhor das suas vidas. Pessoalmente foi muito enriquecedor sentir tão de perto a mão da Providência! Um sincero agradecimento a todos!.

Algumas destas imagens foram cedidas por  Salvador Salas.

Noticias