Por ocasião do 150º aniversário da declaração de São José como patrono da Igreja Universal, o Papa Francisco convocou um ano jubilar de São José, de 8 de Dezembro de 2020 a 8 de Dezembro de 2021.

Num decreto publicado por esta ocasião, explica-se a possibilidade de receber indulgências especiais vinculadas à figura de São José, “cabeça da celestial família de Nazaré” nas condições seguintes: confissão sacramental, comunhão eucarística e oração pelas intenções do Papa.

A Igreja tem de aprender muito de São José, tão amado por cada Irmãzinha dos Pobres, e de todos os que formam parte da família de Santa Joana Jugan. Ela dirigia-se a São José em todo o momento, com uma confiança inquebrantável para obter o pão para os seus pobres e escolheu-o como protector da Congregação.

No meio desta emergência sanitária que estamos a viver a nível mundial, o anúncio deste jubileu de São José é uma boa notícia. A carta Apostólica Patris Corde (com Coração de Pai) que o Papa Francisco escreveu para esta ocasião, vai-nos dar a oportunidade de contemplar mais de perto a vida escondida, humilde e simples de São José.

O ano jubilar começou, vivamo-lo com entusiasmo, procurando amar e conhecer melhor São José para assim podermos imitar melhor a sua vida e as suas virtudes, tão necessárias no nosso tempo.

Noticias